Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on twitter
Manutenção em energia solar

Manutenção em energia solar: como funciona e quais os cuidados

A manutenção em energia solar é fundamental para garantir o bom funcionamento dos sistemas fotovoltaicos.

Embora as placas demandem mais atenção, existem outros componentes que também precisam ser constantemente inspecionados.

Isso não quer dizer que você terá que reparar seus módulos e cabos o tempo todo.

Como veremos neste artigo, a baixa demanda por manutenção é mais um fator que torna a geração de energia solar uma excelente opção.

Ainda assim, é preciso fazer do jeito certo, não só para que o sistema funcione bem, mas também para aumentar sua vida útil.

É sobre isso que vamos falar neste texto, então, acompanhe até o final!

O que é a manutenção em energia solar?

Por analogia, um sistema fotovoltaico é como uma fábrica com suas linhas de montagem.

Por se tratar de um equipamento com alta tecnologia agregada, cedo ou tarde ele vai exigir algum tipo de ação preventiva, corretiva ou para evitar falhas.

Para isso, é necessário observar certos cuidados e procedimentos para a realização da manutenção em energia solar.

Lembre que as placas fotovoltaicas estão permanentemente expostas e que vários tipos de resíduos podem impactar seu desempenho.

Ainda que a própria natureza, por meio das chuvas, ajude na limpeza, é certo que, em algum momento, será preciso intervir.

Essa intervenção serve como medida preventiva, em que eventuais danos são minimizados.

Ou preditiva, no sentido de evitar falhas tendo em vista um possível mau funcionamento.

👉Você é um integrador? Faça seu cadastro com a Sirius! 

Energia solar dá muita manutenção?

Quando a instalação é bem feita e, principalmente, usando materiais de qualidade, de fornecedores de confiança, a manutenção da energia solar é mínima.

A maior atenção recai sobre a parte da limpeza, já que, como destacamos, as placas estão o tempo todo ao ar livre.

Por exemplo, o acúmulo de detritos nos painéis pode reduzir a eficiência dos módulos independentes.

Dessa forma, a demanda por manutenção vai depender também de quão expostas ao lançamento de resíduos as placas estão e do tipo de rejeito que possa se acumular nelas.

Quem mora perto da praia, certamente terá um pouco mais de trabalho, por causa do maior acúmulo de areia.

Já as pessoas que vivem em regiões muito arborizadas ou perto de reservas florestais talvez tenham mais “presentes” dos pássaros para remover, além de folhas secas e outros restos de vegetação.

Como é feita a manutenção da energia solar?

A necessidade de manutenção, como vimos, depende muito do local onde as placas estão instaladas.

Porém, essa demanda pode ser minimizada quando a instalação é feita corretamente e, não menos importante, aproveitando o potencial da própria natureza.

Esse é um motivo para instalar as placas fotovoltaicas de maneira que facilitem o escoamento da água da chuva em um processo natural de limpeza e manutenção.

Outra medida importante é evitar a instalação próxima de árvores ou vegetação.

Isso serve não só para reduzir a incidência de sombras, mas também para evitar que galhos e folhas se acumulem nos módulos.

Vale observar ainda os três tipos principais de manutenção, de modo que você saiba o que fazer conforme o caso.

Manutenção preventiva

Basicamente, o foco da manutenção preventiva é a limpeza periódica dos módulos, evitando que a sujeira se acumule em sua superfície.

Isso serve para evitar que resíduos trazidos pelo vento venham a permanecer tempo demais nas placas, produzindo manchas e nódoas.

Cabe frisar que a falta de limpeza pode levar a uma redução de até 25% na eficiência.

Ou seja, um quarto de toda a energia corre o risco de se perder em razão da falta de manutenção.

Faça sempre a limpeza em dias com temperaturas mais amenas, se possível nublados, em intervalos de seis em seis meses.

Para o serviço, use somente um pano úmido ou esponja de baixa abrasividade.

Produtos químicos são proibidos, já que podem se infiltrar nos módulos, causando danos.

Manutenção preditiva

A manutenção preditiva se baseia no monitoramento da energia produzida em diferentes condições e da variação da potência pico.

Caso o integrador venha a constatar diferenças nos índices de energia conforme as variações pluviométricas, pode ser que as placas estejam com algum problema.

Assim, vale fazer uma inspeção para detectar possíveis fissuras, manchas ou sinais de fracionamento ou quebra.

Manutenção corretiva

Já a manutenção em energia solar corretiva deve ser realizada somente por técnicos qualificados.

Ela decorre de falhas já consolidadas no sistema de geração e fogem ao controle do integrador.

A Sirius é a sua parceira no fornecimento de soluções em energia fotovoltaica, desde a instalação até a manutenção.

Fabricamos e distribuímos módulos com diferenciais estéticos, como os módulos fullblack

Faça o seu cadastro e aproveite as vantagens da energia solar!

O Autor

Especialista Sirius

Cadastre-se na Sirius!

A Sirius criou este conteúdo para ajudar você, integrador, a se manter atualizado sobre o mercado de energia solar. Faça agora seu cadastro, se torne parceiro de uma das melhores fornecedoras de insumos para projetos fotovoltaicos e aproveite vantagens como:

  • Garantia direta com a Sirius
  • Programa de fidelidade
  • Parcerias com bancos e financeiras
  • Encontro de parceiros
  • Suporte técnico personalizado
  • Frete diferenciado
  • Atendimento humanizado.
Mais artigos da Sirius

Seja um parceiro Sirius!

Com a Sirius, você trabalha com uma empresa séria, focada em oferecer excelência na qualidade de seus produtos e serviços, investe em um dos negócios que mais crescem no Brasil, utilizando uma fonte inesgotável de energia e com retorno garantido para o cliente. Além disso, sua empresa recebe suporte técnico continuo e gratuito.